carlos brandão

As festas do povo de Minas 

começam num sábado

e oito dias depois elas têm fim.

Todas se acabam numa noite

Todas, menos aquelas que viram cores

nas telas de Marina Jardim

 

Carlos Brandão
Escritor